Oferta dos Portes de Envio para Portugal - Veja aqui as Condições



São Peregrino

Preço normal €12.50

Imposto incluído. Envio calculado na finalização da compra.

São Peregrino em marfinite.

São Peregrino nasceu na cidade de Forli, Romanha, na Itália, em 1265. Cresceu em meio a uma população conhecida pelo espírito reacionário e anárquico. Era um jovem idealista, intempestivo, com o apelido de Furacão. Na juventude, Peregrino participava do movimento dos Gibelinos. Era um grupo ligado ao imperador, que lutava contra o Papa.

A conversão de São Peregrino
Um dos sete fundadores da Ordem dos Servos de Maria e prior geral da Ordem, São Filipe Benizi, foi à Forli com a missão de pacificar a população. Em um de seus discursos pedindo paz, o grupo de inimigos do Papa expulsou São Filipe da cidade com muita violência, e São Peregrino, que fazia parte do grupo, o agrediu com socos e bofetadas.

Caindo em si depois, ficou arrependido por ter agredido um servo de Deus. Por isso, Peregrino foi atrás do Pe. Filipe para pedir perdão. São Filipe o perdoou e acolheu com amor, sem ressentimentos. O perdão e o amor do São Filipe tocaram profundamente o coração de São Peregrino, até então acostumado ao rancor, à revolta, à vingança.

A partir dessa época, Peregrino começou a rezar à Virgem Maria suplicando sua conversão e que a Mãe de Jesus mostrasse a ele qual caminho deveria trilhar. Pouco tempo depois, com trinta anos de idade, foi para a cidade de Siena onde ingressou na Ordem dos Servos de Maria, a mesma do Pe. Filipe Benizi.

São Peregrino e suas penitencias
Com o passar dos anos, Peregrino voltou para Forli e trabalhava com os pobres da cidade com muita dedicação e amor. A penitência estava sempre presente em sua vida. Ele lamentava os erros e pecados do passado e confessava sempre que sentia necessidade.

Às vezes até se castigava fisicamente. Quando estava cansado, deitava-se no banco da igreja ou no chão duro. Quando tinha sono, muitas vezes não deitava na cama, mas no chão. Durante trinta anos, cumpriu uma penitência imposta a si mesmo: ficava sempre em pé, nunca se sentava.

Protetor contra o Câncer
Na idade de 60 anos, por causa desse estilo de vida sacrificado, foi acometido pelo câncer, com uma chaga maligna em sua perna direita. Sem ver nenhuma chance de cura, o médico se viu obrigado a amputar a perna de São Peregrino para salvar sua vida. Durante aquela noite, porém, ele foi se arrastando até a sala de orações, onde havia uma pintura de Jesus crucificado na parede.

Ele se prostrou aos pés da cruz e clamou pela cura daquela doença maligna. Ele foi envolvido num êxtase tão profundo que viu Jesus descer da cruz pintada na parede e tocar sua perna doente. Ao acordar, mandou chamar o médico, que constatou que havia ocorrido um verdadeiro milagre, pois a perna de São Peregrino estava totalmente curada e não precisava ser amputada.

Por causa deste fato, ele passou a ser venerado e invocado como o protetor contra o câncer. Muitas pessoas têm alcançado graças e milagres de cura dessa doença ainda hoje pedindo a intercessão de São Peregrino..

Falecimento e Milagres